"Buda" é preso acusado de matar vigilante em THE

De acordo com o capitão Fábio Abreu, Antônio Carlos chegou a revelar detalhes e como teria planejado a ação.

Foi preso por volta de 15h da ultima sexta-feira (25) Antônio Carlos Vieira da Silva, o ?Buda?, 24 anos, acusado de envolvimento com o assalto ao prédio do Senai, bairro Primavera, zona Norte de Teresina (PI). O crime, ocorrido na terça-fieira (22), terminou com a morte do freitense Ronaldo Airton Rodrigues Pereira, que trabalhava na vigilância do local.

Uma equipe das Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) prendeu o acusado em sua própria casa no bairro Real Copagre, zona Norte da capital.

De acordo com o capitão Fábio Abreu, Antônio Carlos chegou a revelar detalhes e como teria planejado a ação.



?Não foi algo totalmente arquitetado. De acordo com o depoimento dele, eles já conheciam a área e resolveram agir. Foi uma coisa de momento. Chegando no local eles fingiam fazer uma matrícula, mas na verdade eles só queriam roubar a arma e o colete do vigilante?, contou o capitão.

Fábio Abreu também informou que Antônio Carlos saiu da Casa de Custódia no dia 1º de abril. O capitão informou que o preso afirma não ter efetuado os disparos que atingiram Ronaldo no pulmão, fígado, estômago e em uma das pernas.

Cinco a seis homens teriam entrado no Senai na última terça-feira para cometer o crime. Um dos bandidos foi morto e outro ficou ferido. O vigilante morreu após passar dois dias internado

Fonte: JFagora