Cadeirante é preso acusado de abusar de uma menina de 7 anos

Cadeirante é preso acusado de abusar de uma menina de 7 anos

Mesmo diabético, ele chegava a gastar R$ 30 por dia com doces em um mercadinho.

Um homem de 69 anos foi preso em Queimados, na Baixada Fluminense, depois de abusar sexualmente da vizinha, uma menina de sete anos. Ele é paraplégico e anda de cadeira de rodas. O deficiente físico chegou a apanhar dos vizinhos, quando eles souberam do caso. Na delegacia do município, o suspeito contou que foi agredido durante um assalto e negou que tenha abusado da criança. Mesmo diabético, ele chegava a gastar R$ 30 por dia com doces em um mercadinho do bairro. O homem oferecia cocada, balas, chiclete e outras guloseimas para atrair crianças para a casa dele.

A mãe da vítima, a dona de casa Jussara Moraes Equer, de 39 anos, conta que a filha mentia, dizendo que ia brincar na pracinha do bairro, quando ia para a casa do pedófilo.

? Como eu tenho dificuldade de andar, eu não tenho como ficar atrás dela [a filha]. Ela pedia para brincar na pracinha, perto de onde eu moro, e eu deixava. Dali, ela ia para a casa dele [do pedófilo]. Ela ficava frequentando a casa dele e eu não sabia. Uma vizinha contou que minha filha estava indo para casa de um fulano de tal [o pedófilo]. Na primeira vez, eu dei uns tapas nela e ela ficou com medo de falar a verdade. Na segunda vez, ela contou para a tia dela que ele oferecia doces para ela, puxava ela pelo braço e passava a mão por dentro da roupinha dela.

Ainda de acordo com a mãe da menina, o suspeito chegou a ameaçar a vítima de morte, caso ela contasse algo para a família.

? Ele falou que se ela contasse para a mãe dela ele mataria minha filha e eu. Aí ela ficou com medo.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito fugiu no início das investigações. Ele foi preso nesta segunda-feira (11) no bairro Fonseca, em Niterói e vai responder por estupro.

Fonte: G1