Cafetão é preso por tatuar código de barras e nome em prostitutas

Membros da quadrilha foram condenados.

Um cafetão da Romênia foi preso e pegou 44 anos de detenção após tatuar códigos de barras e seu nome nas prostitutas em que comandava. Algumas das mulheres tinham menos de 18 anos de idade quando foram forçadas a trabalharem na indústria do sexo.

O cafetão, que não foi identificado, foi considerado culpado de tráfico sexual e exploração, além de outros crimes como prostituição forçada, as vítimas disseram ao tribunal que ele tinha feito a troca como um gado.

A Suprema Corte na capital espanhola de Madrid ouviu das acusações que o homem enganava as meninas romenas, cujas famílias viviam em dificuldade, prometendo levá-las para uma vida melhor na Espanha. Além dele, outros 13 membros da quadrilha, incluindo sua esposa, filha e outros familiares, foram condenados a penas de prisão entre 1 a 31 anos.


Cafetão é preso por tatuar código de barras e nome em prostitutas (Crédito: Divulgação )
Cafetão é preso por tatuar código de barras e nome em prostitutas (Crédito: Divulgação )
Cafetão é preso por tatuar código de barras e nome em prostitutas (Crédito: Divulgação )
Cafetão é preso por tatuar código de barras e nome em prostitutas (Crédito: Divulgação )
Fonte: Com informações do Gadoo