Candidato a vereador é morto a tiros após confusão em posto

Motivo do crime seria uma desavença em um posto de combustíveis.

O candidato a vereador Dionny de Lima Alves,  foi morto em Aragominas, norte do Tocantins. Testemunhas contaram que ele estava parado em um bar conversando com algumas pessoas, quando foi atingido com três tiros. O motivo do crime seria uma desavença em um posto de combustíveis.

O suspeito de cometer o crime já foi identificado. Ainda conforme moradores, o homem teria se irritado com a vítima em um posto de gasolina da cidade. Isso porque estaria esperando para ser atendido, mas o candidato chegou depois e abasteceu primeiro.

A Polícia Militar confirmou neste domingo (4) que o crime ocorreu depois de um desentendimento entre os dois homens. Após atirar em Alves, o suspeito fugiu em uma motocicleta e até o momento não foi localizado.

A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital Regional de Araguaína (HRA). O crime deixou a os moradores da cidade chocados e revoltados. A população foi até a casa do suspeito e usou pedaços de madeira e pedras para quebrar os vidros do local. O autor do crime teria problemas psicológicos.

Dionny de Lima Alves
Dionny de Lima Alves


Fonte: G1