Acusado de matar amante da esposa se entrega para polícia

O homem, de 43 anos, conhecido como ‘Joãozinho’, procurou ajuda em uma rádio de Simão Dias, para intermediar sua prisão.

O suspeito de assassinar a tiros o amante da companheira em 2006 na cidade de Simão Dias (SE), distante 100 km da capital sergipana, decidiu se entregar à polícia após seis anos foragido em uma cidade no Sul da Bahia.

O homem, de 43 anos, conhecido como ?Joãozinho?, procurou ajuda em uma rádio de Simão Dias, para intermediar sua prisão junto ao delegado do município, Eurico César, que assegurou todos os direitos constitucionais ao foragido. Segundo a polícia, ele estava cansado de fugir e por isso resolveu se entregar.


Cansado de fugir, acusado de matar amante da esposa se entrega para polícia

A vítima mantinha um relacionamento amoroso com a mulher do suspeito, conhecida como ?Meirinha?. Após descobrir o caso extraconjugal da esposa, o suspeito procurou a vítima para tirar satisfações e acabou sendo agredido fisicamente. Inconformado, Joãozinho procurou seu patrão conhecido como "Miúdo", e contou o que havia ocorrido.

O patrão tomou as dores do funcionário e foi procurar amante para tirar satisfações, mas acabou apanhando também. A partir dessas brigas, Joãozinho e Miúdo se reuniram e exigiram que Meirinha marcasse um encontro com o amante às margens do Rio Caiçá.

?O encontro na verdade era uma emboscada. Quando os dois chegaram, Meirinha saiu e seu amante acabou atingido com um tiro de escopeta calibre 12 na cabeça e outro no pescoço?, disse o delegado Eurico César.

Meirinha foi presa em 2007 e Miúdo ainda está foragido.

Fonte: G1