Cantor piauiense é brutalmente assassinado com 60 facadas no Amapá

O cantor é natural da cidade de Picos, a 310 km de Teresina.

Na madrugada do último domingo (02) o cantor piauiense José Gledson Leal, de 58 anos, foi assassinado  com pelo 60 facadas dentro da sua própria residência, localizada na cidade de Oiapoque, no estado do Amapá.

De acordo com informações, quatro pessoas são acusadas de participação no assassinato, dentre elas uma mulher que teria saído para um bar com o cantor. A mulher, que provavelmente é uma garota de programa, saiu e disse que voltava logo. No entanto, voltou na companhia de mais três homens que anunciaram o assalto.

Segundo a ex- cunhada do cantor, Edilene Santos, ele exigiram uma quantia em dinheiro, mas ele dizia que tinha apenas R$ 90 reais no bolso.

“Até agora não sabemos ao certo. A Polícia nos informou que a mulher que estava com ele, saiu e depois retornou a residência onde o cantor morava na companhia de três indivíduos,  e os mesmos exigiram dinheiro, e ele dizia que não tinha, que possuía apenas R$ 90 reais”, disse a ex- cunhada do cantor, Edilene Santos. 

Ainda segundo Edilene Santos, ele tentou entregar o dinheiro, mas acabou sendo esfaqueado, não resistiu e morreu. O cantor é natural da cidade de Picos, a 310 quilômetros de Teresina. 

Os acusados já foram presos pela polícia; dois deles são menores de idade.

Image title

Image title


Fonte: Portal MN