Cantor relata que foi espancado ao sair de festa: "Parecia armação"

O fato foi publicado na sua página no Facebook.

Na madrugada do último sábado (09), o cantor Marte Ventura, vocalista da banda de rock ‘Urbano Elétrico - Legião Urbana Cover’, realizou um show em uma casa de eventos no bairro Rio Vermelho, em Salvador e ao sair do local afirmou que foi agredido.

Toda a ação foi detalhada através de uma publicação da vítima no seu Facebook nesta segunda-feira (11).

"Eu tinha saído da casa de shows e avistei um rapaz que parecia estar passando mal na rua. Ele se jogava no chão e eu fui tentar ajudar junto com outras pessoas. Depois, passaram dois rapazes e fizeram provocações, mas eu não respondi nada. Eles continuaram provocando e, na terceira vez que falaram eu respondi. Nem me lembro mais o que eles estavam dizendo. Eu só disse que parassem de ofender. Foi então que eles começaram a me agredir e me deram socos e chutes no rosto", contou o cantor.

"Eu não me lembro de muita coisa. Só sei que foi muito sangue. Um dos agressores era negro, com cabelo black, e o outro era branco e usava um cabelo curto. Os dois eram baixos e pareciam ser maiores de idade. Um deles ainda pegou meu celular que caiu no chão. Não sei se isso foi motivado por homofobia, porque não me lembro de ter dado a entender nada sobre mim. Parecia ter sido alguma armação", destacou.

Cantor detalha agressão (Crédito: Reprodução)
Cantor detalha agressão (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1