Cantor sertanejo preso suspeito de furtar joias fez música para filha

Cantor sertanejo preso suspeito de furtar joias fez música para filha

Dudu di Valença e o irmão foram presos no interior de SP, mas foram soltos após fiança.

A prisão não impediu Altemir Barreiros de criar composições. O cantor sertanejo, que usa o nome artístico de Dudu di Valença, contou que, durante os mais de dois meses que ficou atrás das grades com o irmão por suspeita de tentarem furtar joias no interior de São Paulo, escreveu a letra de uma música (que pode ser lida abaixo) para homenagear sua filha. Ela fez aniversário em junho. O pai não esteve presente nos seus 15 anos de idade.

No dia 10 de maio, Dudu e seu irmão, o comerciante Altair, de 32 anos, foram presos em flagrante pela polícia em Ibitinga, acusados de sair de uma joalheria com objetos de valor da loja sem pagar por eles. Durante a fase de investigação, o delegado Carlos Alberto Ocon de Oliveira chegou a afirmar que foram encontrados nove anéis, pulseiras, caneta Montblanc e um relógio Rolex furtados com os irmãos.

Segundo o delegado, os Barreiros, que já chegaram a formar a dupla sertaneja ?Dudu di Valença e Rodrigo? em 2006, escolhiam os alvos pela internet e já teriam furtado ao menos 25 joalherias em todo o país. Em um dos casos, a ação foi gravada por câmeras de segurança (veja vídeo abaixo), segundo o delegado. Supostas vítimas relataram que as fotos deles acabaram distribuídas a várias lojas do interior do estado de São Paulo para evitar novos furtos.

?Eu estava preso, sofri muito e ela também, então fiz uma musica e mandei via correio?, afirmou Dudu, de 38 anos. Disposto a voltar a cantar, ele quer fazer shows e se reaproximar dos fãs para suportar o que chamou de ?pesadelo?. ?Foi uma experiência terrível pra mim e pra minha família?.

Fonte: G1