Cantor sertanejo suspeito de estuprar adolescente de 14 anos nega crime, diz assessora de imprensa

Cantor sertanejo suspeito de estuprar adolescente de 14 anos nega crime, diz assessora de imprensa

Menina de 14 anos teria ido ao quarto de hotel do cantor após um show

Após a família de uma adolescente de 14 anos denunciar um suposto estupro envolvendo o cantor Marcelo, da dupla sertaneja João Lucas e Marcelo, a assessoria da dupla negou o crime. O abuso teria acontecido em um quarto de hotel onde o músico estava hospedado, na madrugada desta sexta-feira (5), depois de um show em Barreiras, no oeste da Bahia.

A assessora Fernanda Cappellesso confirmou que a garota esteve no hotel, mas nega que ela tenha encontrado Marcelo.

? A menina, o tempo todo, está alegando que esteve com o Marcelo. Mas o Marcelo, desde que chegou no show até o momento em que a equipe foi embora, Marcelo estava no meu quarto.

Leia mais notícias de Cidades

Segundo ela, Marcelo só soube do acontecido quando a polícia entrou no hotel a procura da adolescente.

? Interfonaram no meu quarto [...] Dizendo que a PM estava lá procurando uma moça, que o tio dela dizia que ela estava com um dos cantores. Eu disse, não está, porque o João Lucas está fora do hotel, e o Marcelo está aqui comigo. Com o Marcelo, ela não está.

A polícia de Barreiras ainda investiga a denúncia, que feita por um tio da adolescente. Segundo a polícia, a garota disse que foi ao quarto por vontade própria. Ela esteve no Departamento de Polícia Técnica de Barreiras para realizar exame de corpo de delito. O laudo deve ficar pronto em alguns dias.

Um inquérito, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente foi aberto. A dupla ficou famosa no ano passado, após a música Eu quero tchu, eu quero tcha ficar entre as mais ouvidas por meses seguidos.

Fonte: r7