Cantores famosos repercutem assassinato de famoso empresário de Alagoas nas redes sociais

Cantores famosos repercutem assassinato de famoso empresário de Alagoas nas redes sociais

O empresário era muito conhecido no meio artístico, principalmente por promover shows de cantores conhecidos nacionalmente.

O assassinato do empresário Guilherme Paes Brandão, 39, proprietário da Choparia e do Show Bar Maikai, na manhã desta quarta-feira (26), está repercutindo entre os artistas nas redes sociais. No Instagram de Brandão há várias mensagens de indignação e solidariedade à família. O empresário foi morto com um tiro na cabeça, segundo a polícia, após dois homens armados entrarem no escritório dele. Foram levados ainda cerca de R$ 2 mil. Até agora, nenhum suspeito foi localizado.

O empresário era muito conhecido no meio artístico, principalmente por promover shows de cantores conhecidos nacionalmente. O cantor Thiaguinho, que já se apresentou no Maikai, publicou uma foto com Guilherme Brandão. "Caramba... Acabei de receber a triste notícia que esse grande parceiro, Guilherme, foi assassinado! Mais uma vítima da violência do nosso país. Assalto. Até quando meu Deus? Porque tanta falta de amor entre as pessoas? Digo isso em todos os shows. Faça o bem! Enfim... Tô revoltado! Cara do bem, gente boa demais. Vai com deus, irmão".

O cantor Xanddy, do Harmonia do Samba, também postou uma foto ao lado do empresário alagoano e fez um relato. "Muito triste com a notícia do assassinato do nosso amigo e parceiro de Maceió @gulhermemaikai [Guilherme Brandão]. Espero que a Justiça seja feita, chega de brutalidade e gente sem amor! Descansa em paz querido".

O vocalista da banda Sorriso Maroto, Bruno Cardoso, publicou um texto consternado ao empresário. "Milhares de pessoas são vítimas diariamente. Hoje uma pessoa próxima. Um amigo da minha família de Maceió e do samba. Pessoa de bem, coerente, de caráter. Mais uma vítima de violência que nos assombra. Guilherme e seus familiares, que Deus esteja com vocês! Descanse em paz!!!?, diz trecho da publicação.

A banda Turma do Pagode também se manifestou no Facebook. "Estamos aqui prestando a nossa solidariedade a família que perdeu uma pessoa do bem um cidadão que cumpria com suas obrigações e um pai de família que foi brutalmente assassinado em um roubo em seu escritório. Esse Brasil é uma palhaçada, né? Um lugar sem leis, sem comando e que muitas vezes nos envergonha, esses políticos parecem não ver e não ouvir nada do que está acontecendo com a população!! Vergonha de ter no comando alguns políticos tão coniventes com tudo que vem acontecendo, enfim.... Que o nosso amigo descanse em paz" (sic).

A jogadora de futebol Marta, que é alagoana, também se manifestou. "Perdemos um grande empresário e divulgador do nosso estado, pessoa de bom coração e um grande trabalhador. Que a justiça seja feita, estamos cansados de ver essa situação no nosso estado. Que os governantes tomem providências, pois não aguentamos mais tanta violência. Vai em paz Guilherme Brandão".

Entenda o caso

De acordo com o chefe de operações do 2º Distrito Policial, Ariel de Almeida, testemunhas que fazem parte da equipe da casa de eventos afirmaram que dois homens entraram armados no escritório do Maikai, nesta manhã, levaram cerca de R$ 2 mil e atiraram em Guilherme Paes Brandão.

"Ele teria reagido e os homens dispararam contra ele. Ainda estamos analisando como os homens fugiram e vamos ver se as câmeras internas de segurança registraram o assalto", disse o chefe de operações, ao ressaltar que as câmeras do estabelecimento e também da Secretaria da Defesa Social devem ajudar nas investigações.

Já a prefeitura de Maceió cancelou o Baile Municipal, prévia carnavalesca bastante tradicional na capital alagoana, que aconteceria nesta noite, devido ao assassinato do empresário Guilherme Paes Brandão, 39, proprietário da Choparia e do Show Bar Maikai, localizados no bairro de Jatiúca, em Maceió.

De acordo com uma nota divulgada no site da prefeitura, o empresário era membro da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), uma das principais parceiras do Município na realização do evento. "A Prefeitura de Maceió se solidariza com a família de Guilherme neste momento de dor", diz um trecho da publicação.

Fonte: G1