Capitão é preso suspeito de atropelar PM em blitz Lei Seca

O militar foi preso após perseguição

Agentes da Operação Lei Seca prenderam, na madrugada deste domingo (29), o capitão do Exército Edmar Tadeu de Souza Pereira, durante uma blitz na Estrada do Galeão, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. As informações são da Secretaria de Estado de Governo. O militar é suspeito de acelerar o carro que dirigia e atropelar um PM que atuava na blitz.

De acordo com a Secretaria, ao ser abordado por agentes da operação, o capitão acelerou o carro que dirigia e atingiu o policial. O militar foi preso após perseguição.

Infrações

Ele sofreu infrações por se recusar a fazer o teste do bafômetro (perda de 7 pontos na carteira e multa de R$ 957,70), por transpor o bloqueio (infração gravíssima, perda de 7 pontos na carteira e multa de R$ 191,54), por estar com a Carteira Nacional de Habilitação vencida (infração gravíssima, perda de 7 pontos na carteira e multa de R$ 191,54) e por não estar com a documentação obrigatória do veículo (perda de 3 pontos na carteira e multa de R$53,20).

O carro foi levado para um depósito público.

O agente atropelado passa bem e fará exame de corpo delito nas próximas 72 horas. O caso foi encaminhado para a 21ª DP (Bonsucesso).

Fonte: Terra