Cartazes inusitados feitos por padre pedem que paróquia não seja assaltada

Cartazes inusitados feitos por padre pedem que paróquia não seja assaltada

Essa foi a única forma que o pároco do Conjunto Renascença I encontrou para protestar contra uma série de arrombamentos na própria igreja e nas ruas p

Um cartaz inusitado e bem claro com o seguinte pedido: ?Senhor ladrão, por favor não roube nossa igreja. Agradecemos a gentileza. Ass: Padre Francisco Borges e conselho. Um outro menor diz ?Proibido roubar, passe adiante. Agradecemos. A comunidade?. Essa foi a única forma que o pároco do Conjunto Renascença I encontrou para protestar contra uma série de arrombamentos na própria igreja e nas ruas próximas.

Os bandidos, na última quarta-feira, de madrugada, conseguiram arrombar uma das portas da igreja. O objetivo deles era furtar os equipamentos de som usados durantes as celebrações das missas. Contudo, no momento uma pessoa estava no prédio dando segurança, que quando percebeu a ação dos bandidos, ligou a luz e afugentou a ação dos mesmos.

A população apoia a atitude do padre e ficam assustados com essa onda de arrombamentos. ?Não existe mais respeito, até as igrejas os ladrões estão invadindo. É igreja colégio, tudo?, desabafa um morador do bairro. ?É muita falta de vergonha porque a pessoa se dá o trabalho de roubar a igreja. Roubar outra coisa já é ruim, imagine a igreja?, conta uma aposentada revoltada com a ação dos bandidos.


Cartazes inusitados feitos por padre pedem que paróquia não seja assaltada

Na área do entono da igreja das casas vizinhas, quase todos tem um história triste para contar. ?Na minha casa já entraram duas vezes, mas o Ronda Cidadão apareceu. Eles pularam o muro e o ruim é que a polícia só passa quando a gente chama. Estamos precisando de mais policiamento?, reclama a moradora.

Durante os Festejos da Paróquia a preocupação é maior e toda a comunidade está mais vunerável à ação dos bandidos, por conta disso é que a comunidade pede mais ação por parte da polícia.

CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA DO REPÓRTER PEDRO BORGES NO VÍDEO:

Fonte: Marcilany Rodrigues