Casa de irmã de Marina SIlva é invadida e saqueada no Acre

Grupo se apossou de R$ 5 mil, uma espingarda calibre 20 e fugiu com uma camioneta Hillux.

A casa de Maria Deuzimar Silva, irmã da senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (sem partido-AC), foi invadida por volta das 22 horas desta segunda-feira, 24, por um grupo de quatro homens armados.

O grupo amordaçou Deuzimar e seus familiares, fez disparos sem atingi-los, se apossou de R$ 5 mil, uma espingarda calibre 20 e fugiu com uma camioneta Hillux.

A irmã da senadora mora numa chácara na Vila Campina do Bagaço, que tem cerca de oito mil moradores, um comércio ralo, 15 igrejas e cerca de 20 botecos.

O nome da vila faz alusão ao antigo seringal Bagaço, onde a senadora Marina Silva nasceu, a 60 quilômetros de Rio Branco ou 80 quilômetros da cidade sede, Plácido de Castro, na fronteira com a Bolívia.

O carro foi recuperado pela Polícia Militar de Plácido de Castro nesta madrugada, durante operação de rotina comandada pelo tenente Jamisson Neri, a menos de cem metros da vila boliviana Evo Morales.

- Os assaltantes certamente fugiram quando nos aproximamos. Deixaram o DVD dentro carro. Eles costumam deixar o carro no local e vão negociar a troca do mesmo por cocaína no lado boliviano. Uma Hillux custa, em média, 10 quilos de oxidado, a pasta-base de cocaína - disse o tenente Nery.

Fonte: Terra, www.terra.com.br