Casa de vereador é alvejada por bandidos com tiros

Duas balas de um revólver calibre 38 foram encontradas no tapete da casa

A residência de Ducimar Cardoso, conhecido como Kadu Garçom (PR), vereador da cidade de Santa Bárbara d¿Oeste, no interior de São Paulo, foi alvo de tiros durante a madrugada desta terça-feira. De acordo com informações divulgadas pela Câmara Municipal, a casa foi atingida ao menos três vezes e o ataque teria sido "uma intimidação política".

Duas balas de um revólver calibre 38 foram encontradas no tapete da casa, enquanto uma terceira cápsula foi achada do lado de fora, após o tiro ricochetear no muro. A mulher de Kadu, Cleide, disse ter escutado barulhos por volta das 4h, mas não se alarmou. Somente, às 7h, quando se levantou, percebeu que tiros foram disparados contra a casa.

Viaturas da Polícia Militar e da Guarda Civil foram acionadas e a Polícia Militar apresentou a ocorrência no 3º Distrito Policial. Uma equipe da Polícia Científica do Instituto de Criminalística de Americana também foi chamada para auxiliar na investigação.

Segundo nota da Câmara da cidade, o ataque aconteceu no primeiro dia de sessão de 2011, na qual os vereadores votarão dois requerimentos de abertura de Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar supostas denúncias de fraude e corrupção na administração. Kadu é autor de um dos requerimentos.

Kadu afirmou que vem recebendo ameaças por telefone desde o ano passado, sendo que as ligações se intensificaram após protocolar o requerimento que propôs início das investigações. O parlamentar disse, porém, que não vai se intimidar e retirar o pedido de CEI. "Quando entrei na política, sabia que existia jogo sujo e perseguição, mas peço que esses covardes venham falar comigo e não coloquem em risco a vida da minha família".

O capitão Humberto de Alencar Ventura, comandante da 2ª Companhia de Polícia Militar, determinou que o policiamento seja intensificado nas imediações da residência do vereador.

Fonte: Terra, www.terra.com.br