Casal é morto e bebê deficiente físico é abandonado em um matagal

Casal juntava R$ 15 mil para operar criança com deficiência física.

Um crime bárbaro abalou os moradores de uma localidade rural de São Roque do Canaã, no estado do Espirito Santo. Um casal, Neuza Correia Soares Loss, de 42 anos, e Lairto Eloi Loss, de 63 anos, foi assassinado e o filho deles, de apenas 11 meses, abandonado em um matagal.

Image title

De acordo com informações da Polícia Militar, um adolescente de 17 anos, vizinho do casal, foi apreendido e confessou o crime. "Ele alega que fez sozinho, mas fica meio incoerente a versão dele. Nós estamos o levando para o local do crime para que ele conte como aconteceu e a polícia levante todas as informações possíveis”, disse um dos policiais que investiga o caso.

Os corpos, com sinais de espancamento, foram encontrados por vizinhos que estranham o sumiço dos dois. Ainda segundo a polícia, o/ou os autores do crime abandonaram a criança, que possui deficiência na perna, em uma ribanceira próximo da casa onde o casal morava.

Preocupados com a saúde do bebê, eles, segundo vizinhos, ainda conseguiram juntar pelo menos R$ 15 mil para operar criança com deficiência física, mas morreram de forma brutal. Já a criança foi encontrada, recebeu atendimento e em seguida liberada. 

Fonte: Com informações do G1