Casal é condenado por torturar filho de um ano: menino morreu

A criança sofria constantes maus tratos. Na última vez, o pequeno estava sozinho com o pai, em casa, quando sua mãe chegou e o encontrou desacordado


Casal é condenado por torturar filho de um ano: menino morreu no hospital

O casal Luciano Rodrigues Viegas e Katielly Carvalho Conceição foi condenado a penas de 35 e 15 anos e quatro meses de prisão, respectivamente, em regime fechado, por torturar o filho de um ano e dois meses. A criança morreu com traumatismo craniano no dia 12 de fevereiro, em Itaboraí, após ser internada duas vezes.

De acordo com a denúncia, testemunhas declararam que o bebê e a irmãzinha eram sempre agredidos por Luciano, que já tinha antecedentes criminais. No corpo do menino de um ano, havia queimaduras de cigarro e hematomas. A mãe e a avó, em seus depoimentos, admitiram a omissão.

A criança sofria constantes maus tratos. Na última vez, o pequeno estava sozinho com o pai, em casa, quando sua mãe chegou e o encontrou desacordado e sem roupas. Grávida, Katielly levou o menino ao Hospital Leal Junior, em Itaboraí, onde não resistiu e morreu. Ela também sofria agressões do marido desde que ele deixou a prisão, em 2011.

Quando foi detido pela morte do menino, Luciano voltou a ameaçar a mulher, gritando e dando socos na parede da delegacia. Ele não demonstrava arrependimento.

Fonte: Extra