Casal é executado com dezenove tiros em uma cama

A polícia acredita em crime de vingança, já que o homem esteve preso recentemente

O ex-presidiário Delclediano Oliveira de Almeida, 35 anos, e a namorada dele, Ana Paula Silva de Brito, 20 anos, foram executados na madrugada desta quinta-feira com 19 tiros enquanto dormiam. O duplo homicídio aconteceu no município de Lajedo do Tabocal, sudoeste baiano (340 km de Salvador).

"Não temos noção de quem pode ter feito isso", informou um primo do rapaz, que preferiu não se identificar. "Não posso levantar suspeitas sem provas. Deixe a investigação nas mãos da polícia", complementou.

Vizinhos contaram que ouviram uma sequência de disparos, mas só se deram conta da dimensão dos fatos quando notaram a movimentação de policiais e de curiosos em frente à casa de Delclediano. Segundo a polícia, ele recebeu seis tiros à queima-roupa e ainda tentou fugir, mas caiu no piso da casa. A namorada foi atingida 13 vezes.

A polícia acredita em crime de vingança, já que o homem esteve preso recentemente na delegacia local sob acusação de ameaça de morte contra o próprio pai. Na ficha de Delclediano também consta um mandado de prisão expedido pela Justiça de São Paulo após ele ter assassinado um policial naquele Estado. Ele cumpriu a pena e foi liberado em outubro deste ano.

Fonte: Terra, www.terra.com.br