Casal usava criança de 3 anos para falsificar dinheiro e trocar por notas verdadeiras

Os pais usavam o filho para evitar que as vítimas desconfiassem de alguma coisa

Um casal foi preso em flagrante na tarde desta terça-feira (3) acusado de usar uma criança de apenas três anos para falsificar dinheiro e trocar por notas verdadeiras. Os pais acreditavam que com a presença do filho pequeno ficaria mais difícil de as vítimas desconfiarem de alguma coisa durante as transações.

A prisão foi feita em flagrante por agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) no posto da BR-020 próximo a Formosa (GO), região do Entorno do DF, por volta das 15h.

Inicialmente, a denúncia foi feita por uma comerciante da cidade goiana. Ela trabalha em uma drogaria e ligou para a PRF avisando que uma mulher loira tinha acabado de comprar uma lâmina de barbear no valor de R$ 14,50 e teria passado uma nota falsa de R$ 100.

Em seguida, a suspeita entrou em um VW/Gol "bola" de cor prata e seguiu em direção ao Distrito Federal. Com as informações do veículo, os policiais montaram uma barreira e conseguiram fazer a abordagem. Dentro do carro estava um homem de 29 anos, a mulher de 28 e o filho do casal de apenas três.

Na carteira do condutor foi encontrada uma cédula falsa de R$ 100. Outras oito estavam guardadas na bolsa da mulher, que também tinha R$ 265 em notas verdadeiras, valor provavelmente proveniente de pequenas transações comerciais para trocar as cédulas falsificadas.

A vítima que fez a denúncia foi chamada no posto e entregou os R$ 100 repassados pela mulher na drogaria momentos antes. Alguns parentes dos acusados também estiveram presentes para ficar com a criança.

Depois, o casal foi levado para o Ciops (Centro Integrado de Operações e Segurança) de Formosa e autuado pelo crime de falsificação de moeda, cuja pena pode chegar a 12 anos de reclusão.

Fonte: R7, www.r7.com