Caso Bruno: ‘Graças a Deus as coisas começam a melhorar’

‘Graças a Deus as coisas começam a melhorar’, disse goleiro Bruno a advogado sobre extinção de pena

O goleiro Bruno de Souza recebeu, na quinta-feira (16), no Presídio Nelson Hungria, em Contagem, Minas Gerais, a notícia da extinção de sua pena no processo de cárcere privado, agressão e constrangimento ilegal contra a modelo Eliza Samúdio. A informação é do advogado Francisco Simim. Segundo ele, Bruno abriu um sorriso:


 Caso Bruno: ?Graças a Deus as coisas começam a melhorar?

- Ele está muito feliz e disse: ?Doutor, graças a Deus as coisas começam a melhorar?.

Simim disse ainda que o habeas corpus a favor de Bruno no processo da morte de Eliza deve ser julgado na próxima terça-feira no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. Para ele, a extinção da pena pode favorecer o goleiro.

- Ele não tem outra condenação agora que essa acabou.

A extinção da pena de Bruno foi julgada no Tribunal de Justiça do Rio nesta terça-feira. Os desembargadores da 7ª Câmara Criminal decidiram reduzir a condenação de quatro anos e seis meses para um ano e dois meses. Como Bruno está preso há mais tempo, acusado do assassinato de Eliza, a pena foi considerada extinta. A decisão beneficiou também Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão.

Fonte: Extra