Caso Dado Dolabella: cantora Maria Gadú será intimada para depor

Caso Dado Dolabella: cantora Maria Gadú será intimada para depor

A policial deixou claro que o ator ainda pode ser chamado por três vezes.

Após ter sido acusado por injúria e danos por sua ex-mulher, Viviane Sarahyba, Dado Dolabella não compareceu para depor na 16ª DP (Barra da Tijuca) na manhã desta terça-feira (4). O ator foi intimado para esclarecer a denúncia que teria arranhado com xingamentos o carro de Viviane na última quarta-feira (29).

O Famosidades entrou em contato com a delegada adjunta, Juliana Dominguez, que afirmou que Dolabella será intimado novamente até o início da próxima semana. Ainda segundo ela, também serão chamados esta semana a cantora Maria Gadu e outra testemunha, que estavam presente no momento do ocorrido, além de mais duas funcionárias de Viviane. Ela e uma secretária de sua casa já prestaram depoimento.

A policial deixou claro que o ator ainda pode ser chamado por três vezes. Caso seja intimado pela quarta vez, um oficial de Justiça o conduzirá até a delegacia.

Tudo começou no último sábado (25), quando Dolabella foi buscar o filho do casal, João Valentim, de um ano, na casa da ex-mulher e acabou discutindo com ela, porém a briga acabou sem maiores proporções. Esta informação é do jornal "Extra", que revelou que quando o ator foi levar a criança de volta para casa, uma nova discussão aconteceu e ele teria arranhado o carro da moça, que estava parado na frente de sua casa.

Como Dado já foi acusado outras vezes de agressão, as novas queixas de Viviane podem levar o ator novamente à prisão, com base na Lei Maria da Penha. Da última vez em que foi detido, o ator estava portando maconha em seu carro.

Vale lembrar ainda que Dado já foi enquadrado na Lei Maria da Penha pelo caso com a atriz e ex-namorada Luana Piovani. Atualmente, ele cumpre dois anos e nove meses de prisão em regime aberto, condenado pelo 1º Juizado de Violência Doméstica Familiar contra a Mulher do Rio.

Fonte: MSN, www.msn.com.br