Caso Eliza: Mesmo em liberdade, ex-amante do goleiro Bruno quer anular condenação

Caso Eliza: Mesmo em liberdade, ex-amante do goleiro Bruno quer anular condenação

Pena de Fernanda Gomes foi de cinco anos; promotor quer esclarecimento de regime

A defesa da Fernanda Gomes de Castro recorreu da sentença que condenou a ex-amante do goleiro Bruno Fernandes a cinco anos de prisão em regime aberto por participação no sequestro e cárcere privado de Eliza Samudio e do filho da modelo. O Tribunal do Júri de Contagem confirmou o recurso nesta terça-feira (4).

A advogada de Fernanda, Carla Cilene, entrou com recurso na última sexta (30) contra a condenação em júri popular no 1º Tribunal do Júri de Contagem, na Grande BH. A defensora se limitou a confirmar que recorreu da sentença proferida pelo 1º Tribunal do Júri de Contagem.

? Houve recurso no caso da condenação. A questão vai ser discutida somente no Tribunal.

O Ministério Público entrou com apelação ?contra a omissão da sentença em relação ao regime? a que Fernanda foi condenada. O promotor Henry Wagner Vasconcelos pede que a juíza Marixa Fabiane Lopes ?delibere com mais clareza? a sentença, de forma a deixar o regime a que Fernanda foi condenada de forma clara.

Fernanda e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, foram os primeiros réus do caso Eliza Samudio a serem julgados. Em sessões tumultuadas, entre 19 e 23 de novembro, eles foram condenados em primeira instância. Macarrão recebeu 15 anos de prisão em regime fechado, sendo 12 por homicídio triplamente qualificado e três por sequestro e cárcere privado.

Bruno Fernandes, Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Dayanne Rodrigues, ex-mulher do jogador, vão a júri popular em 4 de março de 2013. A liminar dos advogados de Bola, que pedia a anulação do júri, foi negada na última quinta (29). O mérito ainda será julgado.

Fonte: R7, www.r7.com