"Fernanda foi morta por mais de duas pessoas", diz pai

Lucas Villa espera a solução do caso o mais breve possível

O pai de Fernanda Lages, Paulo Lages, disse em entrevista ao meionorte.com nesta quarta-feira(05), que sente a convicção na população que acompanha o caso, de que sua filha foi levada ao local do crime e morta por alguém. Ele disse emocionado que revive todos os momentos com a filha através de fotos em sua casa, na cidade de Barras. Sobre as circunstâncias do crime, o pai de Fernanda não acredita em envolvimento de sua filha com tráfico de mulheres e muito menos na hipótese de extorsão.

" Fernanda não precisava disso e a família a conhecia muito bem. Era uma pessoa bem relacionada", declarou Paulo.

Para ele, Fernanda já era esperada no local do crime e foi morta por mais de duas pessoas. A linha seguida pela família, segundo o advogado Lucas Villa, desde a chegada dos laudos, é de que agora está confirmada o descarte da hipótese de suicídio. " Temos certeza que a polícia vai investigar e vai divulgar o nome do assassino e de todos os envolvidos", afirmou o advogado.

ACAREAÇÃO

O advogado da família de Fernanda Lages, Lucas Villa, informou na entrevista que irá acontecer mais uma acareação, desta vez, entre o vigia e Kassandra. A idéia é confrontar as declarações do vigia que foram dadas anteriormente, quando ele chegou a afirmar que o homem visto ao lado de Fernanda era alto, alvo e magro. " Creio que a omissão não possa existir, caso isso ocorra, o vigia não estará contribuindo com a verdade nas investigações", declarou Lucas.

Lucas Villa espera a solução do caso o mais breve possível, alguns exames requeridos vão dar ponto final ao caso e que a família acredita na polícia.

FOTO: MAGAL



Fonte: Marcos Moraes