Fernanda: Defensoria pede e juiz concede liberdade a vigia do MPF

O vigia estava preso desde a quinta-feira passada na sede da Cico

O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Antônio Nolêto, assinou na tarde desta sexta-feira (14) o alvará de soltura do vigilante José Francisco Feitosa. Ele foi preso preventivamente para colaborar com o inquérito da morte da estudante Fernanda Lages.

Segundo o defensor público Juliano Leonel de Oliveira, a prisão de Feitosa não era legal, pois ele está sendo ouvido como testemunha e não como suspeito. José Francisco Feitosa deixou a sede da Cico no início da tarde.

Feitosa não tinha advogado e a Defensoria Pública tratou de fazer a sua defesa, alegando que a ilegalidade não pode prevalecer nesses casos.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com