Caso Vanessa: Foto de suspeito preso será exibida às testemunhas

Caso Vanessa: Foto de suspeito preso será exibida às testemunhas

Segundo a polícia, o detido se parece muito com homem do segundo retrato falado

O delegado Zacarias Tadros, responsável pelas investigações da morte da supervisora de vendas Vanessa Vasconcelos, afirmou que recebeu fotos do suspeito preso no Paraná nesta quinta-feira (24). A imagem deve ser mostrada a testemunhas nesta sexta-feira (25) para possível reconhecimento.

Segundo a polícia, o detido se parece muito com o segundo suspeito do crime. Tadros informou que o suspeito é um rapaz de Barueri, mas que não há nenhuma confirmação.

A polícia deve ouvir novas testemunhas nesta sexta-feira; as três que foram chamadas à delegacia nesta quinta-feira não compareceram ao setor de Homicídios de Carapicuíba, em Santana do Paranaíba. Segundo Tadros, elas ficaram com medo por causa da presença da imprensa do lado de fora do local. Nesta sexta, o delegado disse que os depoimentos vão ser ouvidos em outra unidade da polícia, que não será divulgada.

Ele teria sido reconhecido por uma assistente social do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de Bernardino de Campos, no interior de São Paulo. Ela atendeu dois homens na última quarta-feira (23) que pediam passagem para ir ao Paraná e os reconheceu a partir dos retratos falados que foram divulgados na internet.

A Polícia Civil de Bernardino de Campos foi informada sobre a suspeita e começou a colher informações dos homens.

Suspeitos

A polícia liberou na tarde desta quinta-feira (24) o homem que foi detido sob a suspeita de ter participado do assassinato da supervisora de vendas Vanessa Vasconcelos. O delegado responsável pela investigação, Zacarias Tadros, no entanto, ainda não descarta a possibilidade de ele estar envolvido no crime.

Segundo Tadros, o suspeito, que não teve sua identidade revelada, negou ser amigo de Edson Bezerra Gouveia, mas disse que conhece e reconheceu por meio de fotos o único suposto assassino que teve o nome divulgado pela polícia. Segundo ele, Gouveia passou a noite de segunda para terça-feira (22) em um casarão em Carapicuíba usado por usuários de droga.

Fonte: R7, www.r7.com