Catadora é queimada após fugir de estupro

Além das queimaduras, a catadora tinha sinais de agressão física em partes do corpo

Uma catadora de papel de 46 anos foi queimada por três homens após uma tentativa de estupro, na noite desta quarta-feira (15), em Goiânia. Segundo a polícia, ela foi agredida com um pedaço de lenha acesa e chegou ao hospital com queimaduras no rosto, tórax e braços.

A polícia informou que a catadora de papel, que vive nas ruas, estava num local onde costuma passar as noites, quando três homens chegaram e tentaram estuprá-la. A vítima entrou em luta corporal para se defender, e, diante a resistência, os homens a atacaram com um pedaço de lenha acesa. Segundo a polícia, a lenha foi retirada de uma fogueira no local. A vítima disse à polícia que conhece um dos homens.

Além das queimaduras, a catadora tinha sinais de agressão física em partes do corpo. Ela foi encaminhada para o Hospital de Urgência de Goiânia (HUGO), que informou que o quadro dela é estável. A catadora de papel foi transferida para o Hospital de Queimados de Goiânia.

O caso está sendo acompanhado pela Delegacia da Mulher de Goiânia, que já identificou um dos homens. Até o início da tarde desta quinta-feira (16) ninguém havia sido preso.

Fonte: g1, www.g1.com.br