CE: Condenado homem, que por engano, mata outro em vingança

Inicialmente, a pena será cumprida em regime fechado.

O ex-motoboy Sílvio Pereira do Vale Silva foi condenado por júri popular a 14 anos de prisão nesta quarta-feira (15) sob acusação de matar um homem por engano quando pretendia se vingar de outro, em Fortaleza.

Inicialmente, a pena será cumprida em regime fechado. O julgamento ocorreu na 2ª Vara do Júri da capital cearense.

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual do Ceará, oito pessoas, sete delas encapuzadas, invadiram a casa de Lenimberg Rocha Clarindo em julho de 2006 e atiraram 15 vezes nele, que morreu no local.

Segundo a acusação, o alvo era outro homem, apontado pelo grupo de agressores como responsável pelo assassinato do policial militar Claudionor Pereira da Silva, ocorrido no mesmo dia. Segundo a Promotoria, os envolvidos, membros de um grupo de extermínio, queriam vingar a morte do PM e confundiram a vítima por causa da semelhança física.

Sílvio Pereira, segundo a Promotoria, foi identificado pela mulher da vítima por estar sem capuz no dia do assassinato.

Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça do Ceará, Pereira negou qualquer participação no crime. A defesa dele não foi encontrada nesta noite.

Pereira, que já está preso há cerca de quatro anos, segundo o TJ, poderá recorrer da decisão de dentro da cadeia.

Fonte: G1