Ceará: Chefe do furto milionário ao Banco Central é transferido

Outro acusado de participar do furto ao Banco Central foi preso em São Paulo na quarta-feira (14).

O líder do furto ao Banco Central em Fortaleza, Antônio Jussivan Alves dos Santos, também conhecido como ?Alemão?, foi transferido na madrugada desta quinta-feira (22) para o Presídio Federal de Porto Velho, em Rondônia.

Alemão estava preso na Casa de Privação Provisória de Liberdade Luciano Andrade de Lima (CPPL I), em Itaitinga. O interno embarcou devidamente escoltado, às 4h05min, no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

De acordo com a Secretaria de Justiça do Estado (Sejus), a transferência para a tutela federal, solicitada e autorizada pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), possui amparo na Lei 11.671/2008 que prevê vagas nas penitenciárias federais para presos que possam comprometer a segurança penitenciária dos Estados. O período da permanência no presídio federal é de 360 dias, podendo ser prorrogado por igual período.

No dia 2 de janeiro deste ano, ?Alemão? foi transferido para o presídio cearense. Ele cumpria pena no Presídio Federal de Catanduvas desde março de 2011.

Outro acusado de participar do furto ao Banco Central foi preso em São Paulo na quarta-feira (14). De acordo com informações da Polícia Civil da estado paulista, a prisão de Pedro José da Cruz, 53, aconteceu na rodovia Presidente Dutra, durante uma blitz em São Paulo.

Segundo o delegado de Santa Isabel, Carlos Alberto de Oliveira, ?Pedrão? como era conhecido foi preso por porte de documento de identidade falso. ?Ele estava em posse de identidade falsa, com o nome de Aureliano Viana da Silva a prisão se deu devido esse delito. Em seguida, ele entregou o jogo e disse que, estava em liberdade provisória?, conta.

Fonte: jangadeiroonline.com.br