Celular salva mulher de tiro no abdômen

O ex-marido está foragido, mas deve se apresentar espontaneamente ainda nesta semana

Uma mulher de 31 anos foi salva pelo celular preso à cintura ao ser baleada pelo ex-marido, na segunda-feira (8), em Maracanaú (CE), de acordo com a polícia. A vítima foi atingida por um tiro no braço e outro, de raspão, na cabeça. O celular teria livrado a vítima de um tiro no abdômen.

?O ex-marido da vítima se revoltou quando descobriu que a mulher estava namorando um outro rapaz, e que ele estava morando com ela. O suspeito efetuou os disparos quando a vítima estava em um ponto de ônibus, esperando para ir trabalhar?, diz ao G1 Cesarina Cavalcante, delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher da cidade. O casal estava separado há quatro meses. Em 2009, ainda de acordo com a polícia, a vítima já havia registrado denúncia de agressão.

A mãe e o namorado da vítima prestaram depoimento nesta terça-feira (9). O ex-marido está foragido, mas deve se apresentar espontaneamente ainda nesta semana, segundo Cesarina. A vítima está internada e não corre risco de morrer. Ela deve ser ouvida na quarta-feira (10).

Durante a tarde de segunda-feira, o ex-marido ligou para o celular da mãe da vítima, que estava na delegacia, e falou com a delegada. Segundo Cesarina, ele assumiu a autoria do crime e deve responder por tentativa de homicídio.

Fonte: g1, www.g1.com.br