Chefão do tráfico, que seguia os passos do pai, é morto pela PM

Chefão do tráfico, que seguia os passos do pai, é morto pela PM

Apesar da pouca idade, Felipe Fu era apontado como o chefão do tráfico de drogas na área, uma das mais perigosas do Rio

O traficante Felipe Rodrigues Lima, o Felipe Fu, de 23 anos, morreu com um tiro no peito, na noite desta terça-feira, numa troca de tiros com policiais militares do 41º BPM (Irajá) no Morro do Chapadão, na Pavuna, Zona Norte. Com ele, os policiais encontraram um fuzil que pertencia ao seu antecessor e cunhado Luis Fernando Nascimento Ferreira, o Nando Bacalhau, preso desde outubro do ano passado.

Num dos lados da arma, estava escrito: ?Terror do Chapadão?. No outro, ?Bacalhau?, em referência ao traficante, que foi capturado por policiais em Guarulhos, no interior de São Paulo. O fuzil foi apreendido e levado à 22ª DP (Penha).

Apesar da pouca idade, Felipe Fu era apontado como o chefão do tráfico de drogas na área, uma das mais perigosas do Rio, desde a prisão de Bacalhau, que namora sua irmã mais nova. Ele era filho do traficante Ricardo Chaves de Castro Lima, o Fu da Mineira, que cumpre pena no presídio federal de Catanduvas, no interior do Paraná.

O tiroteio ocorreu por volta das 20h numa localidade conhecida como Maloca, na parte alta do Morro do Chapadão, apontada pela polícia como QG do tráfico na região. O traficante chegou a ser levado ao Carlos Chagas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Um outro traficante também foi baleado, mas conseguiu fugir. O Disque-Denúncia (2253-1177) oferecia mil reais de recompensa por informações que levassem ao seu paradeiro.

Desde a manhã desta terça-feira, o 41º BPM fazia operações na área. Três homens foram presos e um adolescente apreendido. Segundo a PM, o grupo portava revólveres e pistolas.


Chefão do tráfico é morto em confronto com a polícia com fuzil que dizia: ?Terror do Chapadão?

Fonte: Extra