Chega a 5 número de detidos por agressão a homossexual

Crime aconteceu no sábado, na Praia da Macumba, no Recreio.

Todos os cinco acusados de agredir um homossexual na Praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, no fim de semana, foram detidos. As informações foram confirmadas pela assessoria da Polícia Civil nesta terça-feira (13). Um dos detidos, segundo a polícia, é uma adolescente de 17 anos.

O crime aconteceu na manhã de sábado (10), e o grupo suspeito foi identificado na segunda-feira (12). Contra eles foram foram expedidos mandados de prisão temporária pelo crime de tentativa de homicídio.

Na segunda-feira, a delegada delegada Adriana Belém, da 42ª (Recreio dos Bandeirantes), responsável pelo caso, informou que três suspeitos já tinham sido ouvidos pela polícia.

"Ele contaram que estavam tranquilos na praia, quando um deles foi paquerado pelo homossexual e se sentiu muito ofendido. Mas eles disseram que não agrediram ninguém e que não sabem o motivo pelo qual a vítima está acusando eles", explicou a delegada.

De acordo com Belém, a vítima relatou que foi agredida por ser homossexual. "Ele contou que tinha saido de um pagode na comunidade do Terreirão e foi à praia para ver o pôr do sol, quando foi abordado pelo grupo e agredido por todos eles, inclusive pela mulher. A vítima também acrescentou que a ação foi tão rápida, que perdeu a consciência e desmaiou. A sorte é que um popular anotou parte da placa do carro dos elementos", disse Adriana.

Braço fraturado e ferimentos no rosto

A delegada também informou que a vítima está internada no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste, para a colocação de pinos no osso quebrado do braço esquerdo. Ainda segundo ela, além do braço fraturado, o homem também teve ferimentos no rosto.

Fonte: G1