Claudia Leitte comenta greve e cita prejuízos para a Bahia

Na última sexta-feira, a cantora Ivete Sangalo também havia comentado a situação na cidade

A cantora Claúdia Leitte publicou neste domingo uma mensagem em que se diz "triste e preocupada" com a situação da greve da Polícia Militar na Bahia. Em seu blog oficial, a cantora disse que "a Bahia está pagando um preço muito alto por tudo isso."

"Quando impedem o nosso ir e vir, quando cerceiam nossa liberdade e tiram a alegria que é uma marca em nosso povo, em nossa terra, algo de muito grave está acontecendo. A Bahia está ferida. Chega de radicalismo", escreveu a cantora. Ela também pediu que as autoridades cheguem a uma solução para o problema. "Rogo às partes que busquem no entendimento a solução para esse impasse que tanto penaliza os baianos e os que nos visitam."

Na última sexta-feira, a cantora Ivete Sangalo também havia comentado a situação na cidade. A apresentação que ela faria no dia seguinte em Praia do Forte, litoral norte da Bahia, foi suspensa. "Fico triste por tudo que está acontecendo. Não era pra ser assim. Mas torço para que tudo fique bem e que nós soteropolitanos tenhamos mais segurança, que é um direito da sociedade", publicou em seu perfil no Twitter.

No mesmo dia, a cantora comentou a situação durante seu show no Festival Planeta Atlântida, no Rio Grande do Sul. "Queria aproveitar e falar sobre a greve de policiais na Bahia. Nós somos artistas e cidadãos. Temos direito à segurança. Espero que a tranquilidade se restabeleça porque não existe joia mais preciosa do que os meus baianos", disse.



O cantor Léo Santtana, da banda Parangolé, também se pronunciou sobre o assunto na sexta-feira, pelo Twitter. "Salvador City que Deus nos acompanhe e abençoe! Por que o clima aqui tá tenso de mais", escreveu.

O clima de insegurança e apreensão em Salvador após o sexto dia de greve da Polícia Militar continua forçando os cancelamentos de diversos shows e eventos pré-carnavalescos. O ensaio da banda Timbalada, que aconteceria neste domingo, foi adiado para a próxima sexta-feira - "se toda a situação já estiver normalizada", de acordo com o comunicado oficial.

Outras atrações como Magary Lord, Filhos de Gandhy, Oito7Nove4 e Bailinho de Quinta, que realizavam festas pré-carnavalescas, cancelaram as apresentações. No total, mais de 70 eventos foram cancelados em Salvador no fim de semana, em sua maioria shows e ensaios de Carnaval.

Fonte: Terra