Cocaína é apreendida em agência dos Correios em Fortaleza

Quatro pessoas foram presas e cerca de oito quilos de cocaína apreendidos

Quatro pessoas foram presas e cerca de oito quilos de cocaína apreendidos em duas operações realizadas pelos agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal. Em um dos casos, os criminosos foram flagrados, na tarde da última segunda-feira (23), quando tentavam retirar cerca de três quilos de cocaína, no Centro de Distribuição dos Correios, situado na Cidade dos Funcionários. No segundo caso, uma cabo-verdiana foi autuada em flagrante ao tentar embarcar para a África, com quatro quilos de ‘coca’ escondidos em duas malas. Sobre a utilização dos Correios para o transporte de cocaína, o delegado Glayston Araújo, titular da DRE, afirmou que não é a primeira vez que traficantes utilizam essa forma de envio de cocaína. Segundo ele, no ano passado, em dois casos, aproximadamente 13 quilos de ‘coca’ foram apreendidos em duas operações distintas. Conforme Araújo, a utilização desse tipo de transporte pelos traficantes aumenta dependendo da época do ano. “Em determinados meses eles usam mais essa forma e, em outros menos. Contudo, a fiscalização nos Correios é rigorosa, contando sempre com o apoio da Polícia Federal”. A droga apreendida havia sido remetida do Estado do Acre, via Sedex, e foi detectada pelos funcionários dos Correios, que comunicaram o caso aos agentes da Polícia Federal. A cocaína estava endereçada a Maria Erandir Chaves Sales, 37. Quando se dirigiu aos Correios para buscar a mercadoria, Maria foi seguida pelos policiais até o destino final da droga, no Parque Santa Rosa. Lá, ela encontrou seu primo Francisco Paulo Ferreira de Sousa, 46; e Marcos Rondinele Ferreira de Sousa, 30. Na casa de Paulo, que já foi preso anteriormente por roubo, os agentes federais encontraram uma pistola calibre 380. Os três disseram à Polícia que foram contratados por um homem identificado apenas como ‘José’. Eles disseram ainda, que receberiam R$ 1 mil para entregar a mercadoria. Segundo a PF, os dois homens já estavam sendo investigados. Aeroporto Na madrugada da última segunda-feira (23) no Aeroporto Pinto Martins, a cabo-verdiana Auriza Tavares de Brito, 22, foi presa quando tentava embarcar para Cabo Verde com quatro quilos de cocaína escondidos no fundo falso de sua bagagem. A africana viajava com o filho de apenas quatro meses. Segundo a Polícia, essa seria uma forma de despistar a atenção da fiscalização. Contudo, ao ter sua bagagem vistoriada, acabou presa em flagrante por tráfico internacional de entorpecentes. A africana será transferida para o Presídio Feminino cearense. Seu filho será levado para a creche da mesma unidade penitenciária.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br