Com aumento da violência, investimento em segurança privada cresce no Piauí

Casos de violência são registrados a todo momento, incluindo cidades que até então eram consideradas tranquilas

Casos de violência são registrados a todo momento, incluindo cidades que até então eram consideradas tranquilas.


Municípios do interior, hoje, são alvos dos meliantes e é grande a quantidade de empresas que buscam por serviços de segurança particular. Por isso, a Secopi Segurança realiza projeto de expansão no Piauí para atender a demanda do interior do Estado.

Giuliano Loureiro, diretor executivo da Secopi, confirma que o objetivo da empresa é contribuir para a segurança e o bem-estar de clientes, colaboradores, organizações e sociedade junto ao projeto de expansão. “Para o Piauí, vamos levar a experiência e solidez de 40 anos da empresa. Dessa forma, vamos abrir uma base em Floriano e Picos, atuando com serviços na área de transporte de valores, vigilância eletrônica, dentre outros”, explica.

Segundo o diretor executivo, os lançamentos acontecem em ritmo acelerado, trazendo geração de emprego.

“Vamos inaugurar as duas bases agora em março. Já temos alguns clientes para atender na área bancária, como também o comércio, por isso acredito que vamos gerar mais de 100 empregos logo no primeiro semestre de 2015”, afirma.

Assim como o Sistema Meio Norte de Comunicação, que prioriza a valorização da regionalização, a Secopi busca melhores entendimentos e parcerias. “A ideia é reforçar com os meios de comunicação para que possamos impulsionar nosso avanço dentro do Estado. O próprio Sistema Meio Norte facilita a caminhada e avanço”, relata.

A Secopi Segurança trabalha através do Guia de Conduta e Ética. Sendo assim, além de contribuir para a sociedade, a Secopi realiza a formação técnica de seus profissionais, oferecendo cursos na própria empresa por meio do Núcleo de Educação Corporativa (Nec).

Ainda, dentre os serviços prestados, estão escolta armada, gerenciamento de risco em transportes de cargas, rastreamento de veículos, segurança de eventos, segurança eletrônica, segurança pessoal, transporte de valores, vigilância armada e desarmada.

 

Fonte: Virgínia Santos e Daniely Viana