Com crescimento de frota, Dirceu vira alvo dos furtos

Embora a zona Norte de Teresina seja a região com maior número de roubo de carros, a zona Sudeste de Teresina, devido ao aumento do número de veículos

A zona Sudeste de Teresina é uma das que possuem o maior número de veículos. Por conta disso, o bairro Dirceu e demais da região, tornaram-se foco para ação de bandidos. É cada vez maior o número de roubo de veículos na região, que ainda não supera a zona com maior número de ocorrência - Norte-, mas já preocupa a polícia. ?Os números da região ainda estão dentro da média da capital, mas por ser uma das que mais possuem veículos, acaba sendo muito propensa a esses tipos de crimes?, explica o delegado Delegacia de Polícia Interestadual - Polinter, Guilherme Mendes.

A delegacia localizada no Bairro Itararé, zona Sudeste de Teresina, registrou no ano passado 2003 roubos e furtos de veículos. Do total. foram recuperados 1128 veículos, o que corresponde a 56,3%.

De acordo com o delegado Guilherme Mendes, não há números que separem os tipos de veículos, mas reforça que a maioria dos roubos e furtos é de motocicletas. Sobre o padrão adotado pelos bandidos, ele explica que há prevalência dos assaltos. ?Grande parte dos roubos acontece mediante grave ameaça e/ou violência?, alerta o delegado.

Os roubos e furtos de veículos estão diretamente relacionados a outras práticas criminosas, como o tráfico de drogas e a formação de quadrilha. ?As apreensões de veículos geralmente são realizadas em bocas de fumo, em operações específicas ou em Blitz?, disse o delegado da Polinter, Guilherme Mendes.

Ainda de acordo com o titular, a Delegacia Interestadual tem agido intensamente para coibir esses crimes. ?Utilizamos todas as formas de investigação possíveis e com foco nos receptadores?, explicou. Ele ainda oferece recomendações para que os proprietários possam se proteger.

?O primeiro de tudo é ter muita atenção; evitar circular por lugares ermos e evitar estacionar em locais com baixa iluminação; parar e estacionar em locais com grande movimentação de pessoas; ao chegar à rua de casa checar se não há ninguém suspeito seguindo o veículo?, recomenda Mendes.

Objetos no interior do carro atraem arrombadores

Durante o ano de 2013, o 8º Batalhão de Polícia Militar da região Sudeste registrou 47 ocorrências relacionadas a furto, roubo e/ou tentativas em veículos, entre os meses de janeiro e outubro. De acordo com o delegado Ademar Canabrava, a forma mais frequente de ação dos bandidos para subtrair objetos dentro de veículos é quebrando os vidros do carro.

?Se deixar algum notebook ou outro objeto de valor à vista no carro, eles quebram o vidros e retiram tudo que é possível. E não se intimidam com o alarme, já que muitos possuem um mecanismo que controla o disparo sonoro.

Entre as técnicas sofisticadas que os bandidos estão utilizando é uma lanterna especial que permite visualizar o que há no interior do veículo mesmo quando o vidro está 100% fumê?, alertou o delegado Canabrava.

O delegado ainda reforça que as ações são mais frequentes em endereços próximos de restaurantes, churrascarias, nos horários entre 12 e 15 horas e durante a noite. ?É importante nunca deixar itens de valor dentro do carro?, acrescentou.

Fonte: Samira Ramalho