Comerciante confessa ter matado professor em balneário do MA

O corpo do professor foi encontrado no domingo (6).

O superintendente de Polícia do Interior do Maranhão, delegado Jair Paiva, informou ontem que o comerciante e professor Fernando Pacheco dos Santos, de 25 anos, confessou na quarta-feira (9), no município de Morros, ter matado a golpes de faca e a pedradas o professor universitário Ildeci Silva Cavalcante, 29.



O crime aconteceu na noite de sábado (5), durante um encontro íntimo da vítima com o acusado, numa área de banho, situada no povoado Cachoeira de Arruda, em Morros. O corpo do professor foi encontrado no domingo (6).

Fernando Pacheco foi detido pela polícia em sua residência, no povoado Peixinho, em Morros, e confessou ter praticado o crime, alegando que a vítima ameaçava contar para esposa do comerciante o suposto relacionamento homossexual entre os dois.

O comerciante teria conhecido o professor Ildeci em fevereiro deste ano. Ele disse à polícia que sempre foi assediado, mas não havia tido nenhum relacionamento íntimo com a vítima. Na noite do último sábado, aceitou o convite do professor para um encontro no povoado Cachoeira.

Durante a relação sexual, teria se negado a fazer algo proposto por Ildeci, e isso teria gerado o crime. A confissão de Fernando ajuda a polícia nas investigações, mas não descarta a possibilidade de que o crime tenha sido simplesmente um latrocínio, uma vez que o acusado levou objetos da vítima.

Fonte: Jornal Pequeno