Comerciantes de Teresina convivem com furtos

Apesar de ser uma avenida de grande movimentação, a Avenida São Raimundo fica completamente vazia durante a madrugada e finais de semana

Na avenida São Raimundo, no bairro Piçarra, zona sul de Teresina, dezenas de lojas chamam a atenção de arrombadores. São farmácias, lojas de material para o campo e de material para construção. A avenida também conta com uma agência da Caixa Econômica, que semana passada teve um de seus caixas eletrônicos arrombado, e R$ 60 mil foram subtraídos.

Apesar de ser uma avenida de grande movimentação, a Avenida São Raimundo fica completamente vazia durante a madrugada e finais de semana. Entre as histórias contadas pelos lojistas da área, encontramos os mais variados relatos. Um deles relata que teve o cofre do escritório de seu estabelecimento arrombado, e uma alta quantia de dinheiro, que ele preferiu não revelar, foi roubada. Muitos deles procuram reforçar portas e janelas, apesar de confiar no trabalho da polícia.

"Precisa ter policiamento, essa é uma zona comercial, temos um banco aqui. Agora é que os lojistas se juntem para comprar câmeras, contratar vigias noturnos?", questiona um dos comerciantes. O policiamento na região durante o dia é forte, mas durante a noite, eles relatam que não se vê nem pessoas nem policiais na avenida.

Fonte: Meio Norte