Redução na comida e lotação teriam causado rebelião no PI

Redução na comida e lotação teriam causado rebelião no PI

Ao terminar o banho, os detentos se recusaram a sair do pátio do presídio

Cerca de 250 detentos de um dos pavilhões da penitenciária João de Deus Sousa da cidade de Picos se recusaram a entrar nas celas e se rebelaram durante a noite desta quinta-feira (02). A atitude foi tomada após os presos tomarem conhecimento da nova medida que consiste na redução da entrada da quantidade de comida levada pela família.

Após o banho, os detentos se recusaram a sair do pátio do presídio e entrar em suas celas. Cerca de 30 policiais tentaram contornar a situação. A superlotação seria outra reclamação dos presos. Os juízes Elói Pereira e Flávio Teixeira estiveram em Picos para resolver o problema na manhã desta sexta-feira(03).

Para a Secretaria de Justiça do Estado, as medidas poderiam gerar conflitos devido ao choque de interesses. Na negociação, os detentos da penitenciária entenderam que a medida visa protegê-los e que eles não estavam agindo corretamente.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com