Comunidade protesta e pede empenho da polícia no seqüestro de criança em São Luís

O protesto acontece nas ruas do bairro da Camboa, local onde aconteceu o seqüestro

Familiares e amigos de Itanilce Ferreira que teve o filho, ?caro Ferreira, de apenas um m?s, seq?estrado na ?ltima quinta-feira, fazem nesta segunda um protesto pedindo mais empenho da pol?cia no caso. O protesto acontece nas ruas do bairro da Camboa, local onde aconteceu o seq?estro.

O caso est? sendo investigado pela Delegacia de Prote??o ? Crian?a e ao Adolescente (DPCA), que na ?ltima sexta-feira divulgou o retrato falado do poss?vel autor do crime, mas n?o h? pistas sobre o paradeiro dele e tamb?m da crian?a.

Caso

?caro desapareceu por volta das 9h do dia 4, enquanto dormia em um carrinho de beb? no terra?o da casa da fam?lia. A m?e, Itanilce Ferreira, estava dando banho no seu outro filho, ?talo, de um ano e meio, quando ocorreu o rapto de ?caro.

Quem sentiu falta da crian?a foi a m?e de Itanilce Ferreira, Terezinha de Jesus Ferreira, que entrou em casa e perguntou pelo beb?, sendo informada de que ela estava dormindo no carrinho, no terra?o. A av? disse que n?o o tinha visto. As duas correram para o local e constaram que ?caro Ferreira havia desaparecido. O principal suspeito ? um homem que, minutos antes do desaparecimento de ?caro, tinha ido ? casa de Itanilce interessado em comprar um saco de carv?o.

Fonte: g1, www.g1.com.br