Confusão em baile funk termina com morte, espancamento e fogo em casa

Após ocorrido, briga começou e amigos dele foram agredidos.

Uma pessoa morreu e pelo menos duas ficaram feridas na madrugada deste domingo (16) depois de um tumulto durante um baile funk em Pratápolis (MG). Segundo a Polícia Militar, tudo começou depois que um adolescente de 17 anos foi retirado do local por um segurança por estar causando uma confusão. Inconformado, o menor foi até a casa dele e depois voltou ao local da festa armado. Do lado de fora da janela, ele então deu seis tiros. Dois dos disparos atingiram Henrique Alberto de Araújo, de 25 anos, que era um dos organizadores do baile. O homem morreu ainda no local. Os outros disparos não feriram ninguém.

Após os tiros, o menor fugiu. Durante a confusão, pessoas que estavam na festa identificaram outras duas pessoas que estavam com o adolescente e então começou uma briga generalizada. Um jovem de 19 anos, amigo do menor, ficou ferido. Ele acabou sendo preso. Um outro jovem, identificado como César Augusto, que também estava na festa, foi espancado e socorrido em estado gravíssimo para a Santa Casa de Passos. Conforme a polícia, ainda não foi comprovado se ele era amigo do adolescente que deu os tiros.

Conforme a polícia, o menor que fez os disparos já foi identificado. Ele seria de Passos, mas costuma ir a Pratápolis na casa de um amigo. Após o ocorrido, moradores foram até a casa onde menor costumava ficar. Eles quebraram os vidros da residência e atearam fogo. As chamas foram apagadas por vizinhos.

O corpo de Henrique Alberto de Araújo será enterrado no Cemitério da Cachoeirinha, em São Paulo (SP).

Fonte: G1