Coronel acusado de matar nove se entrega à polícia

O coronel é acusado pelo assassinato de nove usuários de drogas

O ex-comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, Jorge Luiz Thais Martins, se apresentou no início da tarde desta sexta-feira ao quartel da Polícia Militar de Curitiba. Suspeito de nove assassinatos entre agosto de 2010 e janeiro de 2011, Martins teve prisão temporária de 30 dias decretada pela Justiça do Paraná.

O coronel é acusado pelo assassinato de nove usuários de drogas do bairro Boqueirão, em Curitiba, depois que os suspeitos do assassinato de seu filho, Jorge Guilhereme Maritns, foram soltos em agosto do ano passado. Duas testemunhas que sobreviveram aos ataques reconheceram o coronel como autor dos disparos.

A Secretaria Estadual de Segurança Pública marcou uma entrevista coletiva para as 15h desta sexta-feira para explicar o caso. A polícia acredita que o coronel agia sozinho, motivado pelo desejo de vingança, e descartou a existência de um grupo de extermínio.

O advogado do coronel, Eurolino Reis, contestou o inquérito, e disse não existir provas contra seu cliente, mas, mesmo assim, orientou para que o coronel se entregasse.

Fonte: Terra, www.terra.com.br