Coronel da PM do DF é preso em Copacabana no Rio

A ocorrência foi registrada na 12ª DP (Copacabana), onde o trio foi autuado por desacato

Uma confusão levou um coronel da Polícia Militar do Distrito Federal à prisão no fim da noite de sábado, em Copacabana, zona Sul do Rio de Janeiro. Almir de Azevedo dos Santos, 52 anos, é acusado de ter desacatado e ameaçado PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Ladeira dos Tabajaras em uma lanchonete.

A Polícia Civil informou que Almir, sua esposa Valtamar Pereira, e o filho do casal, um estudante de Direito, pediram que PMs fossem à lanchonete da Rua Hilário de Gouveia após um desentendimento do trio com um grupo de jovens que, segundo turistas, estariam furando fila.

O coronel e sua família não teriam aprovado a abordagem feita pelos PMs, alegando truculência por parte dos militares. Eles ainda teriam afirmado que os PMs cariocas eram corruptos, perigosos e que faziam uso indevido de armas de fogo. Os policiais que atenderam à ocorrência disseram que o coronel do Distrito Federal teria ameaçado sacar sua própria arma.

A ocorrência foi registrada na 12ª DP (Copacabana), onde o trio foi autuado por desacato a autoridade e ameaça. Após a assinatura de um termo de compromisso, o coronel, a esposa e o filho foram liberados. O caso ficará nas mãos do Juizado Especial Criminal, já que o crime é de menor poder ofensivo.

Fonte: Terra, www.terra.com.br