Corpo de advogada assassinada é sepultado sob gritos

Corpo de advogada assassinada é sepultado sob gritos

Centenas de pessoas acompanharam o cortejo; parentes passaram mal

O corpo da advogada Mércia Nakashima, que estava desaparecida desde 23 de maio e foi encontrada em represa de Narazé Paulista, no interior de São Paulo, foi sepultado por volta das 11h30 deste sábado (12) sob gritos de "justiça". Em clima de comoção, centenas de pessoas acompanharam o cortejo no cemitério São João Batista, no centro de Guarulhos, na Grande São Paulo. Cerca de quatro pessoas gritaram também a expressão "pena de morte".

O pai da advogada deixou o cemitério amparado por familiares e uma tia desmaiou na porta. O sepultamento emocionou de populares a jornalistas que acompanhavam a família. Faixas foram colocadas no cemitério por amigos da advogada e da família, pouco antes da chegada do caixão de Mércia, com manifestações de saudade e dor. Um dos cartazes dizia: "a vida nos pregou uma peça, e nela te levou, deixando todos com o coração em pedaços, mas tenha certeza, não descansaremos enquanto a justiça não imperar. Te amamos muito e tudo fizemos para que voltasse para nós. Mas..."

Em outro cartaz, os parentes dizem que "junto com você está indo um pedaço de todos nós. Não descansaremos enquanto não obtivermos justiça. Te amamos hoje, amanhã e sempre. De sua família que tanto te ama". A mãe de Mércia, Janete Nakashima, amparada por amigos e familiares, renovou os pedidos por justiça. - Não sei quem foi. A polícia tem um suspeito, mas eu sei que foi um monstro.

Foi uma pessoa que não tem consciência, que não tem Deus no coração. Ela afirmou ainda que o culpado ?vai pagar, se não for pela justiça dos homens, vai ser pela justiça de Deus?. - A família vai continuar unida porque nós não temos problemas. Minha família é grande. Tenho muitos amigos. Sei que minha filha está muito feliz, onde quer que ela esteja. Ela disse ainda que, com mais calma, vai agradecer a todos pelas mensagens de solidariedade e apoio que a família recebeu desde o desaparecimento de sua filha, em 23 de maio passado.

Fonte: R7, www.r7.com