Corpo de Fernanda foi o mais examinado da história da Polícia

Corpo de Fernanda foi o mais examinado da história da Polícia

O objetivo da PF não era de refazer nem montar todo o cenário da morte.

O perito da Polícia Federal, Palhares, disse que o ponto mais importante a ser colocado no caso Fernanda Lages é que o objetivo da PF não era de refazer nem montar todo o cenário, mas de fazer exames relativos ao corpo de Fernanda, que estava muito bem preservado.

?Pudemos checar hipóteses, que inicialmente eram tidas como certas, e concluir que elas não se afirmam. O corpo da Fernanda Lages passou por exames minuciosos e foi o mais examinado da história da Polícia Federal e todas as lesões foram causadas no momento do impacto. O trauma dentário aconteceu no impacto. Um trauma que a gente chama de indireto. Foi um trauma causado pelo fechamento da boca no momento da queda. O impacto gerou uma fragmentação do crânio em mais de 50 pedaços. O crânio bateu no chão, a mandíbula bateu muito forte com o arco superior, o que casou trinca em vários dentes. Não foram encontrados elementos que mostram outra pessoas com Fernanda Lages. Não existem elementos indicativos de homicídios, a Polícia Federal está convicta disso?, o perito Palhares.

Fonte: Samara Costa