Corpo de homem é encontrado em estrada de Fortaleza

O cadáver estava às margens do Anel Viário, num trecho onde existe um denso matagal

Um homem aparentando aproximadamente 30 anos de idade, moreno, com cerca de 1,70 metros de altura e várias tatuagens pelo corpo, foi encontrado morto, ontem pela manhã, no Anel Viário que liga a BR-116 à CE-060, em Maracanaú. A vítima não portava nenhuma documentação e por isso não foi possível identificá-la no local.

O cadáver estava às margens do Anel Viário, num trecho onde existe um denso matagal. Ao lado do corpo havia uma trilha entre as plantas, o que pode indicar que o homem tenha sido morto ali e arrastado para as margens da estrada. Policiais militares da 3ªCompanhia do 6ºBPM (Maracanaú) estiveram no local. Segundo o cabo PM Rinaldo, a vítima foi atingida por dois tiros, um na axila e outro no peito direito.

A Polícia não descartou a hipótese de a vítima ser um preso que foi seqüestrado, na noite de terça-feira passada, na cadeia pública de Redenção.

?Os peritos encontraram indícios de luta corporal?, ressaltou o cabo Rinaldo. Sobre o horário aproximado do crime, o PM soube informar apenas que, ?conforme a Perícia, não havia rigidez cadavérica. Isso quer dizer que a morte deve ter ocorrido no fim da madrugada ou começo da manhã?, detalhou.

Mais crimes

Entre a noite de terça-feira e a manhã de ontem, outros quatro corpos de vítimas de homicídios a bala deram entrada no Instituto Médico Legal (IML). Em Guaiúba, o estudante Francisco Robson de Menezes Pereira, 21, foi morto, a tiros, pelo irmão. O adolescente Vanderson Santos Sousa, 17, também morreu depois de levar um tiro. O crime ocorreu na Avenida Dolor Barreira, Vicente Pinzón. Em Messejana, o serigrafista Francisco Renato Silva Costa, 21, foi executado a bala. Por último, deu entrada no IML o corpo da jovem Naiara Domingos de Oliveira, 16, que morreu no IJF depois de ser baleada.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br