Corpo de Marcelo Silva, ex-Susana Vieira, é velado em cemitério no subúrbio do Rio

O enterro está previsto para as 14h, no mesmo cemitério

O corpo do ex-PM Marcelo Silva, ex-marido da atriz Susana Vieira, chegou por volta das 8h30 desta sexta-feira (12) ao Cemitério de Ricardo de Albuquerque, no subúrbio. As informações são do próprio cemitério.

Marcelo foi encontrado morto na manhã de quinta-feira (11) em um apart-hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo a polícia, indícios apontam que o ex-PM teria morrido de overdose de cocaína.

O enterro está previsto para as 14h, no mesmo cemitério.

Vítima consumia cocaína, diz namorada

Embora estivesse um ano e dois meses sem usar drogas, nos últimos meses Marcelo Silva, ex-marido de Susana Vieira, voltou a consumir cocaína com freqüência. A afirmação foi feita pela sua atual namorada, Fernanda Cunha, 24 anos, em depoimento ao delegado Rafael Willis, da 16ª DP (Barra), responsável pela investigação.

?Ela disse que brigava muito com o Marcelo para impedir que ele voltasse a usar cocaína?, contou Willis. Entretanto, Fernanda falou, no depoimento à polícia, que dormiu durante boa parte do tempo que esteve ao lado de Marcelo.

Origem da droga

Fernanda disse ainda que viu Marcelo conversando com policiais militares, no Centro, onde ele fora resolver problemas com seu imposto de renda. Depois, o namorado contou que a cocaína que estava usando foi entregue pelos homens fardados.

?Mas ela disse que não viu eles entregarem porque estava dormindo. Contou que tem pressão baixa e estava tomando ansiolíticos. Por isso tinha muito sono?, afirmou o delegado, reproduzindo o que ela dissera. A PM informou à TV Globo que só vai ser pronunciar sobre as declarações de Fernanda depois da conclusão do inquérito.

Ainda no Centro, Fernanda teria pedido ao namorado que a levasse para casa, no apart-hotel na Barra. Ela, no entanto, dormiu mais uma vez no carro e quando acordou estava no motel, próximo ao Vidigal.

?Ela disse que viu Marcelo na piscina, cheirando cocaína. Eles brigaram e ela ainda teria tentado jogar a droga na água, mas ele impediu?, afirmou Willis. ?Fernanda contou que ele estava muito transtornado. Depois de muita insistência o convenceu a irem embora. Ele mesmo foi dirigindo. No caminho pegou um CD e foi cheirando, enquanto dirigia devagarinho?.

Chegada no apart-hotel

Segundo relato de Fernanda, quando entraram no estacionamento do apart-hotel, Marcelo estava ainda mais exaltado, se debatendo e gritando. O carro, que não parou em nenhuma vaga demarcada, chamou a atenção dos seguranças. Em seguida, ainda de acordo com o depoimento de Fernanda, ele teria se ?atracado com uma pessoa imaginária? dizendo ?te peguei, te peguei?.

Já no banco do carona, ele aparentava ter desmaiado. Com a chegada dos bombeiros, foi colocado no chão do estacionamento, onde tentaram reanimá-lo. Mas Marcelo não respondeu.

Fonte: g1, www.g1.com.br