Corpo de padre desaparecido é encontrado em chácara

Allebrandt entrou para a vida religiosa em 1986

O corpo do padre Jacinto Allebrandt, 57 anos, foi encontrado nesta segunda-feira em uma chácara em Brochier, interior do Rio Grande do Sul. Ele estava desaparecido desde a última quinta-feira e seu corpo foi achado parcialmente enterrado a 20 metros da casa onde morava. A polícia aguarda a perícia para saber as causas da morte.

De acordo com titular da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, delegado Cleomar Marangoni, a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) não é descartada, mas é considerada remota. "O fato de o carro ter sido encontrado com as chaves e com os aparelhos celulares do padre e também de na casa haver vários eletroeletrônicos não roubados nos afasta dessa tese", afirmou o delegado.

Allebrandt entrou para a vida religiosa em 1986, mas estava afastado da igreja desde o início deste ano por motivos não divulgados pela Diocese de Montenegro, da qual fazia parte. Testemunhas chegaram a afirmar ter visto o padre pela última vez deixando seu sítio na madrugada de quinta-feira, acompanhado de um jovem não identificado.

"Mesmo assim, sempre acreditamos que ele sequer havia deixado a cidade", disse Cleomar Marangoni. O carro de Allebrandt foi encontrado abandonado na sexta-feira na cidade de Novo Hamburgo, região metropolitana de Porto Alegre. A polícia investiga o passado do padre, que respondia a processo por estelionato desde 1999. Em suas ocorrências também existem registros de ameaças sofridas pelo religioso. "Ele tinha uma vida bastante tumultuada", ressaltou o delegado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br