Corpo de pintor é encontrado decapitado em rio, afirma polícia

O suspeito do crime foi preso quando tentava fugir da cidade.

O corpo de um pintor foi encontrado decapitado, nesta quarta-feira (14), no Rio Jaguaribe, na altura do município de Jucás, a 414 km de Fortaleza. Segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI), a vítima estava sem documentos e foi identificada, pelas tatuagens, como Expedito Cristian Cordeiro Palácio, de 34 anos. O suspeito do crime foi preso quando tentava fugir da cidade.

De acordo com o CPI, policiais do destacamento de Jucás receberam a denúncia, por volta das 9h30, de que, debaixo da ponte do rio, havia um local com muito sangue e uma faca. Ao chegar ao trecho, os PMs encontraram também uma camisa suja de sangue e com uma marca de furo na altura do peito direito. O corpo, no entanto, só foi encontrado no rio por volta das 11h35.

O cadáver de Expedito Cristian estava sem a cabeça, que só foi encontrada no período da tarde, por volta das 15h. Ele foi conduzido ao Instituto Médico Legal (IML) de Iguatu, município vizinho a Jucás. Segundo a polícia, o suspeito do homicídio, Júnior Gomes dos Santos, foi visto com a vítima na noite anterior ao crime. Ele foi preso na saída da cidade, quando tentava fugir com a família.

Júnior Gomes dos Santos foi encaminhado para a Delegacia Regional de Iguatu, onde deve seguir preso enquanto as investigações são realizadas.

Fonte: jangadeiroonline.com.br