Corpo de tatuador é encontrado em lagoa após briga em festa

Ageu Oliveira Bergmann tinha 21 anos

Um tatuador de 21 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira (28), foi encontrado na segunda-feira (31) boiando numa lagoa em Vila Velha (ES). O rapaz havia sumido depois de uma discussão com amigos sobre religião. A morte da vítima é um mistério.

Ageu Oliveira Bergmann foi encontrado na lagoa Ponta da Fruta, por volta das 7h das manhã de segunda-feira. Um morador da região estava passando pelo local quando viu o corpo do jovem. Ele tentou retirar o tatuador da água, mas não conseguiu e pediu socorro.

Ageu Oliveira Bergmann tinha 21 anos
Ageu Oliveira Bergmann tinha 21 anos


O corpo foi resgatado por salva-vidas que trabalham na lagoa, com a ajuda de caiaques disponibilizados pelos moradores. Ageu não usava trajes de banho e estava com fones de ouvido, além de bermuda e camiseta.

Pelo estado de decomposição do corpo, os salva-vidas acreditam que a morte aconteceu há, pelo menos, dois dias. O corpo foi reconhecido por um familiar ainda na beira da lagoa.

O tatuador foi visto pela última vez num churrasco à beira da lagoa. Segundo a família, ele saiu da festa após uma discussão sobre religião. Ele teria tido uma crise existencial e disse que iria embora para casa, bastante nervoso. Pouco tempo depois, um conhecido que estava no churrasco ligou para os pais do tatuador dizendo que ele havia desaparecido.

Ageu Oliveira Bergmann tinha 21 anos
Ageu Oliveira Bergmann tinha 21 anos


Parte da lagoa foi isolada para o trabalho da perícia. Não foram encontradas lesões de violência no corpo o que leva a crer que ele morreu afogado. Porém, a causa da morte ainda não foi divulgada.

Apesar de aparência tranquila, uma placa da prefeitura alerta sobre o risco de afogamento no local. Bóias apontam a área indicada para banho. Mesmo assim, segundo os salva-vidas, os casos de afogamento são frequentes.

Fonte: Com informações do R7