Corpo de turista morto por adolescente de 14 anos é sepultado

Segundo o delegado, nada foi roubado. A polícia esteve na residência da menina, que já foi identificada, mas a mãe informou que ela fugiu de cas

O corpo do turista morto por uma adolescente de 14 anos durante uma tentativa de assalto em Praia Grande, no litoral de São Paulo, no último final de semana, foi sepultado na tarde desta segunda-feira no Cemitério Vale dos Reis, em Taboão da Serra. O crime ocorreu na avenida Roberto de Almeida Vinhas por volta das 21h30 de domingo. Rafael Nunes Rosa, 29 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

No momento do crime, ele estava acompanhado da mulher Cintia, 26 anos, da enteada, de oito anos, e de uma prima, de 18 anos. Em frente ao viaduto 21, a família se deparou com um congestionamento. Rafael Rosa então pediu informações a um homem que estava na rua sobre como fazer o retorno. O suspeito se afastou e retornou com outro homem e uma adolescente. O trio cercou o veículo e a garota de 14 anos, com uma arma de fogo, anunciou o assalto.

"Ela pediu o relógio e a corrente de ouro e tentou arrancá-los. A vítima segurou a mão da adolescente e, nesse momento, a garota disparou atingindo o lado esquerdo do peito. Ele saiu do carro para segurá-la, mas caiu logo em seguida. Populares ajudaram a colocá-lo no veículo e a mulher levou-o ao hospital que fica nas proximidades, mas ele não resistiu", contou Medeiros.

Segundo o delegado, nada foi roubado. A polícia esteve na residência da menina, que já foi identificada, mas a mãe informou que ela fugiu de casa. Ela entregou fotografias da filha para ajudar na captura e contou que a garota já esteve internada para reabilitação.

Fonte: Terra