Corretor reage a assalto e é morto ao lado da filha de 3 anos

Ele foi abordado pelos criminosos quando chegava em casa na Zona Leste.

O corretor de seguros Alex Sandro Donizete Caiera da Costa, de 37 anos, foi morto a tiros, por volta das 21h15 de segunda-feira (13), na presença da filha, de 3 anos, ao reagir a um assalto na porta de casa, na Rua Boacica, em Cidade Patriarca, na Zona Leste da capital paulista.

Quando desceu do carro para abrir o portão da garagem de sua residência, o corretor, que estava acompanhado da criança, foi abordado por dois criminosos que estavam em uma moto Honda CG-125 preta. Costa, que já trabalhou como segurança, reagiu ao assalto, foi baleado na barriga e caiu.

Antes de fugir, os bandidos voltaram e atiraram novamente, atingindo o peito do corretor. O segundo tiro o atingiu na altura do coração. Policiais militares da 3ª Companhia do 8º Batalhão foram chamados. Costa morreu a caminho do pronto-socorro da Vila Nhocuné.

O pai de um adolescente que teria testemunhado o crime foi ouvido pelo delegado no 10º Distrito Policial, da Penha, onde o latrocínio foi registrado.

Fonte: g1, www.g1.com.br